Argentinos visitam Cooperoeste - Notícia - Terra Viva
NOTICÍAS
Fique por dentro das principais notícias da Terra Viva e acompanhe tudo que acontece na área da alimentação, saúde e tendências de mercado.
Argentinos visitam Cooperoeste
Terca-feira, 17 de Outubro de 2017

Uma comitiva da Argentina, composta por 14 pessoas de diversas províncias, visitou a Cooperoeste. O objetivo foi aprender o método de trabalho da cooperativa, principalmente com a agricultura familiar. Conforme o diretor nacional de Programas e Projetos para a Agricultura Familiar da Argentina, há programas implantados, porém nenhum tão exitoso quando os existentes no Brasil – principalmente no Oeste de Santa Catarina. “A Cooperoeste é um expoente da reforma agrária e, por isso, nosso interesse em aplicar o modelo de trabalho da cooperativa em novos projetos em nosso país”, diz Walter Kunzeta.

Entre os participantes, destacam-se profissionais ligados ao Ministério da Agroindústria, Organização da Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, empresas lácteas, além de representantes de entidades de pequenos agricultores.

ELOGIOS À COOPEROESTE

Kunzeta reconhece que, por questões geográficas e outras situações, não é possível implementar maneira idêntica da Cooperoeste no vizinho país. “Por isso nos atentamos mais à forma administrativa”, enfatiza. Além disso, a comissão visitou pequenas propriedades rurais. A intenção foi conhecer o estilo de trabalhar dos produtores. “Avaliamos exemplos que, depois de ajustados, possam ser aplicados à nossa realidade”, relata.

O diretor nacional de Programas e Projetos para a Agricultura Familiar da Argentina enfatiza que ficou surpreso com a estrutura da Cooperoeste. “Superou todas minhas expectativas”, resume. “É surpreendente o crescimento para uma indústria que tem apenas 21 anos”, acrescenta, relatando que na Argentina são raros exemplos deste tipo - muito menos se tratando de cooperativas.

ESPELHAR-SE EM MODELOS EXITOSOS

O representante da Subsecretaria de Leite do Ministério da Agricultura assinala que a produção de leite e o tratamento com os produtores são coisas distintas. “E nossa visita teve como princípio aprender a forma de integração entre a cooperativa e os pequenos agricultores. Isso, na Argentina, é um problema”, menciona Victor Beltramino. Segundo ele, o trabalho visando que pequenos agricultores incrementem a produção de leite e constituam cooperativas ainda é tímido na Argentina. 

“Temos que nos expeplar em experiências exitosas para acelerarmos esse processo”, entende.  Ele também enalteceu a Cooperoeste, principalmente o setor administrativo e a forte ligação com a agricultura familiar. “É exatamente o que almejamos”, sintetiza.

         

voltar
Rod. BR 163, Km 76, Lª Bela Vista das Flores
São Miguel do Oeste – SC | 89900-000
Fone: (49) 3631 0200
cooperoeste@cooperoestesc.com.br
FALE CONOSCO
SAC 0800 644 3700
Atendimento de 2ª à 6ª feira das 8h às 17h